domingo, 24 de abril de 2011

Sathya Sai


O homem sobre a Terra 
sempre vai
de novo a humus, encontrar o tempo
desconhecido

e a terra fértil transforma o corpo
novo em velho
em pó

o que se vai que não se vê?

a amplitude do maior momento
dá-nos a chave
para passar

Nenhum comentário: