segunda-feira, 11 de abril de 2011

Cartas

                                                                                                                                                      sincronia

Pouquinho tempo depois de sair do cyber, em casa, sorri e ri lembrando desse e-mail, porque realmente desaguei no trecho abaixo, de um dos meus atuais prediletos:

"O caracter que designa a alegria profunda, designa também (com outra pronúncia) a música, a grande música sinfônica das cerimônias, que harmoniza o coração de todos aqueles que, cada um no seu lugar, cumprem o rito. Os Ritos são da Terra:
multiplicidade e diferença das atitudes, separação em graus, enquanto a alegria é celeste, pois ela une pelo íntimo, faz trabalhar juntos e para um mesmo objetivo todos aqueles a quem os ritos atribuem lugares e funções diversas."

"... enquanto a Alegria Profunda é a do vazio - o vazio sendo o coração no coração do meu coração, única morada dos espíritos, unidade profunda de minha vida e dos elementos que a compõem, comunhão com o universo."

Nenhum comentário: