segunda-feira, 11 de abril de 2011

Cartas

                                                                                                                                                                        onde foi aquela voz tão doce?

na terra a flor recebe o carinho do sol por toda a sua vida breve

o sol vem e vai
a flor ama o sol
e ama a espera

Nenhum comentário: